Governo anuncia novas unidades do Bom Prato e Poupatempo na zona Sul da capital

Por Thiago Boavida

O Vice-Governador Rodrigo Garcia e o Prefeito em exercício Milton Leite anunciaram nesta segunda-feira (3) a implantação de novas unidades do Bom Prato e do Poupatempo na capital. Os equipamentos serão instalados no bairro Piraporinha, região de M’Boi Mirim, no extremo sul da capital, e devem beneficiar cerca de 880 mil moradores do entorno.

“Hoje estamos anunciando dois dos programas mais expressivos e mais importantes do Estado. O primeiro deles é o Bom Prato, que um grande amigo meu chamou de pronto-socorro da fome. É refeição de qualidade a R$ 1 e café da manhã por R$ 0,50. E também o Poupatempo, que é o melhor serviço público do Brasil, porque é rápido e desburocratizado”, afirmou Rodrigo Garcia.

A viabilização dos projetos do Bom Prato e do Poupatempo ocorrerá por meio de convênios com a prefeitura, responsável pela indicação do local e realização das obras de infraestrutura do imóvel. O Governo de SP vai equipar os espaços e instalar os novos serviços. As unidades vão funcionar no prédio que abrigou o antigo Sacolão Piraporinha.

A Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado deve realizar, ainda nesta primeira quinzena de janeiro, o chamamento público para a organização social que vai administrar o Bom Prato. A pasta investirá R$ 1 milhão em adequações no local, como, por exemplo, aquisição e instalação de caldeiras, fornos e utensílios em geral. A nova unidade deverá servir diariamente 1,2 mil almoços e 300 cafés da manhã. O Bom Prato M’Boi Mirim faz parte do projeto de implantação de um total de 12 novas unidades no estado.

“Todos os novos restaurantes do programa terão ar-condicionado, justamente para garantir a qualidade e o conforto das pessoas que devem frequentar o Bom Prato, com uma preocupação do Governador João Doria muito além da nutrição. O Governo do Estado tem feito melhorias, também na entrega de alimentos nos bolsões mais remotos da nossa cidade. Tudo isso com o mesmo preço de R$ 1 mantido há mais de 20 anos e gratuito para pessoas em situação de rua”, destacou Célia Parnes, Secretária de Estado de Desenvolvimento Social.

Poupatempo

Com investimento de R$ 460 mil pelo Estado, o Poupatempo de Piraporinha será o sétimo da capital e terá capacidade para realizar uma média de 850 atendimentos por dia. Com foco nos serviços eletrônicos, o posto contará com totens de autoatendimento e computadores para que a própria população possa, com auxílio dos colaboradores, realizar suas solicitações, como os serviços do Detran.SP, do Instituto de Identificação Criminal (IIRGD), entre outros.

“O Poupatempo trabalha para ampliar e melhorar cada vez mais os serviços prestados, seja pelos canais digitais, seja presencialmente. Por isso, a parceria com o Detran.SP e com as prefeituras tem sido fundamental nesse processo de capilarização do programa”, explica Murilo Macedo, diretor da Prodesp, empresa de Tecnologia do Governo de São Paulo, responsável pela administração do Poupatempo.

No momento, já são 100 postos em funcionamento em todo o Estado, seis deles localizados na capital (Alesp, Cidade Ademar, Itaquera, Lapa, Santo Amaro e Sé), que juntos realizam mais de 10 mil atendimentos por dia. Além disso, outras 113 unidades seguem em processo de implantação.

Para estar cada vez mais perto da população oferecendo serviços de qualidade, a Prodesp ampliou a oferta de opções nos canais digitais do Poupatempo. Atualmente, mais de 180 deles estão disponíveis no portal www.poupatempo.sp.gov.br, aplicativo Poupatempo Digital e totens de autoatendimento. Até o fim de 2022, o objetivo é chegar a 240 serviços digitais.

Foto: Divulgação/Governo do Estado de SP.